terça-feira, 10 de maio de 2016

Tu completas-me!


Quem não conhece esta frase? E quem nunca sonhou poder dizê-la, com alma, à pessoa amada?

Mas afinal o que significa esse Completar?

O senso comum diz que o Amor surge espontâneo e natural. É uma das certezas da vida, pois mais cedo ou mais tarde ele aparece nas nossas vidas…

O Completar é de outro "campeonato". É mais que Amor. Mais profundo. Mais envolvente.

Comparando os dois conceitos, Amar é quase banal, acessível a todos nós. O Completar não. Só para alguns....

Os casais que podem dizer sem hesitar que o outro o completa e vice-versa estão unidos por algo muito mais especial que o “simples” Amor.

É que na sua relação têm tudo o que se pode pedir ou sonhar.

Amam-se sem barreiras, sendo esta a sua primeira pedra basilar.

Apoiam-se incondicionalmente. A competição entre eles não existe. Complementam-se.

Conhecem os defeitos e virtudes um do outro. E são fortes onde o outro é fraco.

Por último, confiam plenamente um no outro. Inclusive a própria vida.

E desconfio seriamente que esta constatação surge instantaneamente, num momento mágico, especial, único.

Para saberem isso bastou mergulharem nos olhos um do outro... e saberem ler o que vêem nos espelhos da alma....

É que quando acontece este raro e precioso mix de amor, respeito, confiança e conhecimento mútuo há certezas absolutas sobre quem é a metade da nossa laranja...

É muito mais que amar..... É sim a mais completa união entre dois seres.

E é o que todos almejamos numa relação, tenho certeza disso!