terça-feira, 6 de outubro de 2015

Anda para a frente que atrás vem gente!


Gravei indelevelmente na alma esta expressão popular, a qual tomei contacto há poucos anos.

Para mim terá um significado parecido com “Segue para a frente com a tua vida, não pares, pois atrás de ti vem gente que te ultrapassará se afrouxares o ritmo ou que te pisará se caíres, pois a vida não pára.” Considero que é a melhor incitação que já vi para continuarmos a levar a vida para a frente.

A Vida segue sempre o seu rumo, inexorável, qual tsunami que empurra tudo à sua frente, brutal na sua força.

Em que direcção? Não sabemos. Nunca sabemos. Pode estar a levar-nos em direcção a um muro ou a um precipício. Ou para o Paraíso...

Escrevo estas palavras a pensar nos que adiam a sua vida, esperando talvez ser recompensados pela sua atitude passiva. Nesta vida ou noutra.

Alguém já lhes deveria ter dito que a Vida não costuma recompensar situações dessas. Não é do seu feitio.

Já outras pessoas tentam saltar etapas: as suas cabeças já sentem a doce sensação da vitória, mas na realidade ainda não iniciaram o seu percurso. E podem mesmo nunca o fazer.

Quem enfrenta a Vida destas formas arrisca-se a ser cilindrado pelo rolo compressor que nos segue, juntinho a nós, esperando o mínimo deslize.

Quantas vezes quisemos travar a marcha da Vida, desviá-la do seu curso como se de um rio se tratasse? Muitas, não foi? E que resultados obtivemos? Nenhum. Mas de vez em quando voltamos a tentar. Debalde…

Agora, acredito no querer, no sonhar, no planear, no esforço continuo, no passo-a-passo, como a melhor forma de se atingir com sucesso o resultado final. Actualmente não vejo outra melhor, sinceramente. E mesmo essa falha amiúde!

Adiar ou saltar etapas são tentativas vãs de travar ou parar a Vida. E isso não é possível. Porquê?


Olhem para trás. É que atrás vem gente…..