terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

"Vou tomar um café ...."


A história é real e passou-se comigo!

Dia de prova nacional para cerca de 90.000 candidatos para preencher uns centos de vagas.

Fui levar uma pessoa à escola onde iria prestar provas e ela perguntou-me o que no entretanto eu iria fazer. Respondi-lhe “Vou tomar um café e ler o jornal”.

Perante a insistência de que devia ao menos fazer a prova (para a qual nada tinha estudado nem sabia sequer do que versava) disse “Eu vou lá e se encontrar lugar para o carro à porta, faço a prova”. Então não é que havia um lugar mesmo à porta!

E graças a um lugar de estacionamento à porta de uma escola (e à insistência de alguém), o meu destino profissional e pessoal mudou. E muito.

Escusado será dizer que nunca mais tive um lugar de estacionamento à porta, em mais lado nenhum!

Mas por vezes dou por mim a pensar …. “e se ….. “

Estou permanentemente a fazer escolhas, a optar por um caminho em detrimento de outros, e consequentemente a alterar o rumo da minha vida. E a de outros.

A minha vida é portanto uma sequência de decisões com diferentes graus de importância. E na maior parte das vezes nem me apercebo das portas que fecho nem das que abro.

Na realidade nunca saberei se fiz as melhores escolhas, pois está-me vedado saber o que sucederia caso tivesse tomado outras opções.

E infelizmente o AMOR não é excepção….