quinta-feira, 2 de junho de 2016

Os verdadeiros Heróis!


De que somos feitos? De apenas carne, músculo, osso…?

De que serão feitos os nossos pensamentos? E as nossas recordações? Onde estarão armazenadas?

Será que as nossas sinapses desligam-se simplesmente quando passamos para o “outro lado”?

Será que nada de nós restará por aqui, a não ser lembranças cada vez mais ténues e vagas?

Sabe a pouco. Deveria ser mais. Em alguns casos mesmo muito mais.

Penso nos que realmente mereciam não ser esquecidos, esses que fazem realmente o nosso mundo girar!

Pelo que fazem por si, pelos seus e pelos outros, esses mereciam não ser esquecidos, e os seus “feitos” deveriam ser sempre recordados.

Estou a referir-me a todos os homens e mulheres que todos os dias trabalham duramente nas fábricas, nas minas, nos escritórios, nas estradas, no campo, no mar, em casa....

Estou a referir-me a todos os profissionais e voluntários que zelam pela nossa segurança, pela nossa saúde, pela nossa coesão social.

Estou a referir-me ainda a todos aqueles que arriscam tudo e atravessam países, continentes, mares ou oceanos para procurarem melhores condições de vida para si e para os seus.

Estou a referir-me a todos aqueles que sem pedirem qualquer reconhecimento, trabalham uma vida inteira para conseguirem pôr comida na mesa para os seus.

Estou a referir-me a todos os heróis e heroínas que fazem verdadeiros milagres com o que auferem e mesmo assim criam os filhos com noções de justiça, igualdade e amor ao próximo!

Esses sim fazem girar o nosso mundo.

Esses sim são verdadeiros heróis.

Esses sim mereceriam um reconhecimento que sei, jamais terão.

Bem-hajam!!!