domingo, 26 de junho de 2016

Assunto: Então sempre vens!?



Data: 12 Maio 2016; 09:13

Assunto: Então sempre vens!?

Olá Cristina,

Espero que estejas bem.

Eu também estou bem, na medida do possível, claro.

É engraçado, mas foram os teus tios que me disseram que vinhas passar uns dias a nossa casa, o que muito me agradou, apesar de achar que não deveriam ser eles a dizer-me. Nem tu.

Ainda não te tinha dito mas confesso agora que fiquei bastante triste quando soube que ias trabalhar para Londres, mas no entanto estou a habituar-me a ter as pessoas de quem mais gosto longe da vista, mas não longe do meu coração.

No meio disto tudo deves estar a estranhar que te tenha dito que foram os teus tios a contarem-me que vinhas passar uma temporada na minha própria casa, mas sabes que eu e eles sempre tivemos uma relação muito boa. Eles tratam-me como sua filha.

Imagina lá que tenho ido muitas vezes a casa deles mesmo sem o Zeca. E mesmo sem ele saber. Mas depois conto-te o porquê. E prepara-te porque a razão não é lá muito boa….

Fica sabendo que estou muito contente por teres uma tão boa relação com o teu primo. Ele precisa.

Infelizmente, quem não tem uma boa relação com ele sou eu… mas isso já tu deves saber, pois o Zeca conta-te tudo.

Espero mesmo que esta situação entre nós os dois não se reflicta em nenhum momento da tua estada.

O máximo que pode acontecer é sermos os dois a disputar-te a atenção e as saídas, nada mais.

Entre mim e o Zeca não há discussões (pelo menos ainda não houve) e espero que assim continue, pois se já assim já é bastante mau, agora estar em casa com outra pessoa a discutir seria para mim insuportável.

O Zeca é o homem da minha vida e desde que o conheci a minha vida mudou para melhor. Muito melhor.

Ele é uma pessoa extraordinária, atencioso, respeitador, carinhoso, e que nunca me deixou ficar mal, antes pelo contrário.

Quando o apresentei como meu namorado à minha família, todos ficaram completamente apaixonados por ele, pois quando quer, ele é um charme.

Até a minha tia Lurdes já me disse mais que uma vez “sobrinha, vê se te fartas dele depressa para eu o ir buscar”. E acredito mesmo que ela faria isso!

Mas depois quando chegares pomos esta conversa em dia, e explico-te os pormenores.

Até breve

Beijinhos

Andreia


(continua…)