terça-feira, 2 de maio de 2017

EU SEI - ANDREIA Capítulo Final (3 de 5)


Coloquei a morada no sistema da empresa e apareceu a foto de um tipo. E quase sem espanto vi que o conhecia bem! E bem demais. Era o Ivo. O “meu” Ivo. O tal tipo.
Sorri. E depois larguei-me a rir. Mas depois parei. Seria coincidência?
Pus-me a pensar nas nossas conversas e na verdade o Ivo nunca me tinha contado nada acerca da sua vida pessoal.
No princípio achei que ele era apenas reservado, mas sempre desconfiei que era bem mais que isso, mas não o tenho forçado para me dizer mais sobre ele. Talvez tenha chegado a altura.
Continuava sem saber a razão pela qual não tinha contado do Ivo à Sónia e da Sónia ao Ivo. Sentia que estava a enganar os dois, ou então a ser enganada…..
Apesar de ciente que a Sónia ia ficar furiosa comigo quando lhe contasse que andava a sair com o seu ex-namorado, resolvi abrir o jogo.
Assim, quando tomei coragem e lhe contei, ela sorriu e colocando as suas mãos nos meus ombros disse “Eu sei”.
Espantada, recuei, para ouvir o que não queria. “Porque é que achas que me tornei tua amiga? Pelos teus lindos olhos?
Fiquei siderada e revoltada. Apeteceu-me mesmo esbofeteá-la, mas não consegui. Estava completamente feita em pedra. E por dentro furiosa.
A Sónia aproximou-se de mim e disse, num tom ríspido “Eu sei desde o início que vocês andam juntos. E agora considero que vocês os dois me andam a trair. E quero acabar com isso. Eu quero o Ivo só para mim, por isso afasta-te. Baza da vida dele.”
E vendo os meus olhos faiscantes, abriu os olhos para mim, e atirou “Queres mesmo competir comigo? Achas que aguentas?” e trocista, perguntou “Achas mesmo que estás à altura deste desafio, garota?
Eu coloquei as mãos nas ancas e disse, em tom provocador “Fica tu com ele pois eu não o quero para nada. E informo-te que sou só amiga do Ivo porque quero que seja feliz, pois ele merece!
Caraças, sou mesmo uma péssima mentirosa. Dizer que não o quero para nada é mentir com quantos dentes tenho.
A Sónia, mulher vivida e esperta, apanhou-me logo na curva. “Aí é? Boa. Então está tudo perfeito. Como ambas queremos que ele seja feliz, com certeza que me vais ajudar a conseguir esse objectivo, não é, Amiga?
Senti que a teia estava completamente urdida. A Mosca chama-se Ivo, a Aranha Sónia. E a estúpida da assistente da Aranha sou eu. Tipo larva….
E disse-lhe que sim, que a ajudava o Ivo a ser feliz. Não podia dizer mais nada sem me comprometer. Sem dizer a verdade. Sem dizer as verdades…
Passados uns dias o Ivo contou-me que vivia com a sua ex. e eu, que não sabia outra coisa, mostrei-me ofendida, zangada, e até espalhei na empresa que ele era um crápula, que andava comigo mas vivia com a namorada, e que nunca a tinha largado.
Haviam de ver a carinha dele, completamente à toa. Mas tinha de ser convincente!
Claro que ele rapidamente me apareceu com um convite para jantar para ficar a conhecer a sua ex,, a realizar-se na casa de ambos, para me provar que ele nada tinha com ela.
Quando ele já se fazia esquecido da proposta, eu lembrei-lha, e a contragosto lá organizou tudo. Respondi com um smile, pois sabia que a Sónia costumava fazer isso. Mas acho que ele não percebeu a dica....
(continua)