terça-feira, 16 de maio de 2017

Amar Demasiado


Eu sei, Amor
Que quando Amo, Amo demasiado
Eu sei, Amor
Que tantas vezes exagero no Amor dado
É que, sabes, Amor
No meu Afecto por ti nunca travo nem penso
Antes, deixo-o ir para onde ele queira
É que sabes, Amor
Para mim Amor é loucura
Não é contenção nem deserção
Por isso quando chega
O Amor bate forte
E sabes, Amor
É assim mesmo que eu gosto dele
E tudo estava bem. Para mim
Afinal, era só para mim….
Mas ai quando senti
O restringir do teu afecto por mim
O bater forte do meu coração parou
Como se nunca tivesse batido
E a erupção dos meus sentimentos cessou
Como se nunca tivesse vertido
E já não consegui correr para ti
E já não consegui sequer olhar para ti
E tanto que te Amava….
Mas sabes, Amor
Não me sinto culpado
Nem triste, nem sequer angustiado
Mas antes feliz…
Por te ter Amado
Como nunca ninguém te Amou